Vale a pena assustar alguém que está com soluços?



Costuma ter muitos soluços? E costumam assustá-lo para ver se estes passam? Resta saber se esta ‘técnica’ resulta…

Quando o diafragma se contrai involuntariamente, as cordas vocais contraem e sentimos um espasmo no peito, ficamos com soluços. Às vezes temos os chamados ‘ataques’, altura em que os soluços não param – estes ocorrem quando “o estômago fica cheio muito rapidamente por ter comido demais ou por ter ingerido bebidas com gás”, explica o especialista Niket Sonpal na revista Women’s Health.

“Outras causas, como a ingestão excessiva de álcool ou stress emocional, também podem gerar ataques de soluços”, lê-se no artigo.

E será que os sustos afastam este problema? O especialista afirma que que não há provas de que com um susto os soluços desapareçam. Segundo Niket Sonpal, o melhor mesmo é optar por beber água fria, bochechar com água, ou suster a respiração durante um minuto.


Comentários